segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Novembro Negro na Rede Pública. Salve o 20 de Novembro ! Alunos do Serravalle Celebram o Empoderamento do Povo Negro no Brasil



A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) promoveu   o Novembro Negro – com Projetos nas escolas estaduais que destacam O PERTENCIMENTO ÉTNICO-RACIAL, com culminâncias nas unidades escolares de todo o estado, até o dia 24/11, conforme publicado sexta-feira, 17/11/2017, por sua Assessoria de Comunicação Social (Ascom).

Achei a iniciativa da mais alta importância, considerando o perfil do povo da Bahia, que tem cerca de 90% de sua população com ascendência na África. É de assustar e lamentar como o racismo tem se acentuado na Bahia e no Brasil, com os crimes e os assassinatos contra o povo negro crescendo assustadoramente. 

O que mais entristece é constatar a negação e o desprezo às origens africanas, daí a importância de se trabalhar nas escolas de todos os níveis, e em todos os setores sociais, questões ligadas a um tema tão oportuno e tão caro – O PERTENCIMENTO ÉTNICO-RACIAL.


É muito grave a perseguição às religiões de matiz africana, o que não ocorre com nenhuma outra. Na índia são adorados milhares de deuses, tal como sempre ocorreu ao longo da história humana.   À exceção dos Judeus (Hebreus), que criaram o Monoteísmo (crença em um único Deus), todos os povos antigos eram Politeístas, ou seja, adoravam a vários deuses. 

Nenhuma religião tem seus deuses taxados de demônios, como se faz no Brasil com os deuses  (Orixás) africanos, uma herança maldita do regime escravista,  aqui introduzido pelos europeus.  O objetivo é desqualificar a cultura africana, humilhar seu povo, para tê-los sob domínio, em condições inferiores. 

Sou Batista, criada   à luz do Evangelho, mas na condição de Licenciada e Bacharel em História, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), uma instituição  mantida com dinheiro público, tenho o dever de me posicionar  radicalmente  contra  tal absurdo.   

Como fazemos todos os anos, a Comunidade Escolar do Colégio Estadual Raphael Serravalle, em Salvador/Bahia, aderiu com um projeto significativo, no trabalho com os alunos sobre - O 20 de Novembro, Dia da Consciência Negra, onde se homenageia o herói negro, Zumbi dos Palmares.  

Cada turma ficou encarregada de representar um país da África, com um casal empunhando a bandeira do país; produção de stands, cartazes, coreografias, poesias... destacando a África, o berço da humanidade e "Mãe" da maioria dos habitantes da Bahia e do Brasil. 

Foi emocionante ver os alunos declamando poemas e poesias compostas por eles, exaltando a África, a dignidade e o orgulho do povo negro, e o combate ao racismo.  Parabéns a todos os envolvidos! Foram todos brilhantes!


Veja a postagem na íntegra. Clique no link abaixo ou clique aqui 

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Halloween 2017 no Colégio Est. R. Serravalle . Serrallloween Pra lá de Animado !


Na foto, professores e alunos do 2o. Ano "D", vespertino, na dramatização 
da  história  de João e Maria. Sentado, o líder da turma. Bom garoto! 
A Professora Nádia (Português e Espanhol) veio acompanhada de sua filhotinha.

A Comunidade Escolar do Colégio Estadual Raphael Serravallle, em Salvador/Bahia, comemorou mais um evento do seu Calendário  Anual de  Projetos Multidisciplinares. No último 31 de Outubro,  Dia das  Bruxas, os Professores de  Língua Estrangeira promoveram o  SERRALLOWEEN 2017, para os alunos do Ensino Fundamental e  1a. e 2a. Séries do Ensino Médio, envolvendo todas as áreas.  

Os alunos adoram trabalhar com Projetos e se envolvem  na decoração das salas  e das áreas comuns, nos lanches que são servidos, tudo de acordo com a  temática do evento. No Serralloween 2017 não faltou  empenho,  dedicação e criatividade. 


Apresentaram seus trabalhos em sala de aula, de acordo com os assuntos sorteados entre cada turma, desenvolvendo-os com atividades variadas, como dramatizações de cenas dos filmes relacionados,  músicas,  coreografias etc.,  que serviram de inspirações para as brilhantes  performances, sobre:  

·       Como surgiu a Festa do Halloween;    O que se comemora no Halloween;
    Símbolos do Halloween; Curiosidades sobre a festa do Halloween;  A Cultura Norte Americana e a Cultura Brasileira.


Filmes, como: Harry Potter;  A Noiva Cadáver; Os Fantasmas se Divertem;  Joâo e Maria – Caçadores de Bruxas;  Família Addams;  Convenção das Bruxas;  Monstros S.A.,; Gasparzinho, entre outros.

Foi uma festa muito animada, bonita, e os alunos mais uma vez brilharam.
Parabéns, a todos os envolvidos!   

Para ter acesso ao post e às fotos na íntegra, clique no link abaixo ou .clique AQUI 

https://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/p/blog-page_1.html

Clique nas fotos  para ampliar. 

Amplie seus conhecimentos. Saiba o que é o Halloween. Clique no link abaixo ou clique aqui

https://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/2015/10/o-halloween-historia-e-origem-do-dia.html



segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Educação Infantil. Estudo das Cores e das Estações do Ano com o Livro Bom Dia Todas as Cores, de Ruth Rocha. Peça Teatral com a história. Vídeo com narração e ilustração. Música Coloridos. Atividades

Camaleão

Esta é mais uma postagem tratando da temática Respeito às Diferenças e ao Meio Ambiente, contribuindo para a construção de um mundo melhor, a partir dos nossos pequenos. Iniciamos dando breves informações sobre o camaleão e sugestões de estratégias de trabalho. Trazemos músicas, vídeos e outras atividades, como:
Peça Teatral  Bom Dia Todas as Cores.

              Conheça o camaleão 

O camaleão é um tipo de lagarto  famoso pela capacidade de mudar a cor da pele. Isto ocorre, por ter  embaixo da pele células especiais, dentro das quais partículas coloridas estão em constante movimento. O camaleão assume a cor das partículas que estão agrupadas no momento.   Também usam as mudanças de cor para se comunicarem entre si. Suas cores habituais  são:  verde, amarelo e marrom-escuro.

Camaleão verde
Muitas pessoas pensam que o camaleão muda de cor para se camuflar, misturando-se com o entorno, mas isso não é verdade. As mudanças de cor dependem da temperatura, da luminosidade e das emoções que os camaleões estão sentindo, como medo ou fome.

Os lagartos pertencem ao grupo de animais chamados répteis e têm o corpo coberto de escamas em lugar de pelos ou  penas. Existem mais de 3 mil espécies ou tipos de lagartos.  Exemplos: iguanas, camaleões, lagartixas e os lagartos da família Scincidae. 

Como a maioria dos lagartos, o camaleão come insetos, sendo importante para o equilíbrio ambiental. Ele usa sua língua longa e grudenta para capturar as presas. Os camaleões maiores alimentam-se também de pequenos pássaros.  Vivem nas árvores, pois não se movem muito bem no solo, onde ficam por pouco tempo. Seus dedos dividem-se em dois grupos, formando um “V”, para ajudá-los a se agarrar aos galhos. Podem ter de 4 a 60 centímetros de comprimento, mas a maioria mede entre 17 e 25 centímetros.

São encontrados na África,  Ásia e  Europa (Portugal e Espanha).  Na Amazônia, o iguana às vezes é chamado de camaleão, apesar de pertencer a uma família diferente de lagarto.  

Texto adaptado de:  Escola Britânica.   E outras fontes.
https://escola.britannica.com.br/levels/fundamental/article/camale%C3%A3o/480944


Acompanhe a historinha com muita atenção para executar as atividades, que inclui a apresentação de peça teatral com a historia. 



 ACOMPANHE NO VÍDEO A HISTÓRIA NARRADA E ILUSTRADA 

Fonte:   Midiaeducação Medianeira.

Música: Coloridos. Composição de Sandra Peres e Paulo Tatit,  com o grupo Palavra Cantada. Duração: 2,07 min.    
 https://www.youtube.com/watch?v=x8VNNyobJRo

 Conheça as cores. Analise a letra  da música e aprenda a cantá-la

Eu sou o rosa !
Eu sou o amarelo
Eu sou o verde!
Eu sou o vermelho!
Eu sou o carmim!
Eu sou o roxo !
Eu sou o azul !
Eu sou o laranja
Eu sou o marrom !
Lilás !
Vermelho !
Amarelo!
 Verde!   Rosa!
Somos coloridos!
Somos de todas as cores
E as cores não tem fim
Pra tocar nossos tambores
Coloridos são assim
Somos de todas as cores
Cada cor é uma beleza
Pra cantar, pular, dançar
Em homenagem
a natureza
Somos todos coloridos.  Pra
pular e pra brincar E subir, subir, subir,  
pintar e colorir o ar Somos todos
coloridos  Pra pular e pra brincar E descer,  descer,
descer,escorregar
e desmanchar eô, eô! Coloridos eô
Se você gostou da gente
Você pode ajudar
Seja como um colorido  
Com vontade de pintar
Somos como gotinhas. Gotinhas unidas. Gotinhas amigas.
Gotinhas batuqueiras
Nós gostamos de
Nós gostamos de bagunça
Vamos nessa brincadeira! Tum
Tum Tum  Taca
Taca Tum Coloridos!
Fonte: Palavra Cantada.    https://www.youtube.com/watch?v=x8VNNyobJRo

                           
Peça Teatral  Bom Dia Todas as Cores

I-Cenário

Não seja camaleão!  Seja quem você é, não o que os outros querem !

Cartazes com o sol, as cores, as estações do ano, os animais citados no texto (personagens), um violino, imagens de uma orquestra, um pé de laranja, outro de jasmim e a frase acima (sugestão). Escolher uma música para trilha sonora e para abrir o espetáculo.   

II-Personagens/Elenco. Narrador.

Para cada fala do narrador, escolher um aluno diferente, de igual forma para cada fala do camaleão, para facilitar e envolver toda a turma.  O primeiro narrador lê ou recita a frase da primeira página: “Eu conheço muita gente” ...


Professor Pernilongo 
1- Camaleão (um aluno para cada fala desse personagem). Na primeira fala, colocar uma menina vestida na cor rosa;   2- Professor Pernilongo (um menino caracterizado desse animal, vestido de azul);  3- Bem-te-vi (roupa na cor laranja); 
4- Louva-a-Deus 1;    5- a família do louva-a-Deus (o próprio elenco responde ao cumprimento de bom dia);    
6- Sapo Cururu - pedir que um voluntário se apresente para esse papel; 7- um narrador diferente para cada frase (falas)  das páginas 29 e  31 e para a última página. 
O pássaro Bem-te-vi






Louva-a-Deus. Tem esse nome porque
sua postura lembra uma pessoa orando

O Sapo Cururu. Importância
 dos sapos
 no equilíbrio do meio-ambiente  
Sapo Cururu de FELTRO












Os sapos e demais anfíbios têm muita importância na natureza. Eles comem principalmente insetos, principalmente moscas e mosquitos, que causam doenças. Não maltrate os sapos. 

ATIVIDADES


1- Você gostou da historinha? Quem a escreveu?  
2 -Todas as  pessoas são iguais ? Tudo é igual na Natureza (plantas, animais, as estações do ano, as cores na Natureza ...)?  Que lição você  tirou dessa historia ? 
3- Você  conhece alguém parecido com o camaleão, ou seja, um Maria Vai com as Outras?
4- Quais são as quatro estações do ano? Qual não foi citada no texto ? 
5- Cite  as principais características  de cada estação do ano.
6- Cite: a) as cores citadas na história; b) os animais citados. 
7- Faça uma pesquisa sobre a importância dos sapos na Natureza. 

Amplie seus conhecimentos sobre as cores. Acesse o link abaixo:

O Tangram e as Formas Geométricas. Aprenda a Montar o seu Tangram. Histórias e Lendas Sobre a Origem do Tangram. Conheça as Cores. Atividades



Estudo das Cores. Cores primárias, secundárias, terciárias e neutras. Cores impossíveis e cores imaginárias: como o ser humano percebe as cores


https://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/2012/12/estudo-das-cores-cores-impossiveis-e.html


Estudo das Cores. Cores primárias, secundárias, terciárias e neutras. Cores impossíveis e cores imaginárias: como o ser humano percebe as cores


Alfabetização. Livro Uma Joaninha Diferente. Suas Cores, Nomes, Lendas, Importância na Religião e na Agricultura. Ameaça de Extinção pelos Agrotóxicos. Música Normal é Ser Diferente. Atividades



Sites Consultados

Cientistas desvendam mecanismo que faz Camaleão mudar de cor
TODAS AS IMAGENS SÃO DO GOOGLE     
                                                                      

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Colégio Raphael Serravalle Promove Festa de Encerramento da Gincana CERS 2017

Equipe  Mother Fox (cor laranja)

Os alunos  do Colégio Estadual Raphael Serravalle, situado em Salvador, Bahia, participaram da festa de encerramento da Gincana CERS 2017, no período de 09 a 11 de outubro, envolvendo os alunos  dos três turnos do Ensino Fundamental e Médio. 

O tema - História em Quadrinhos,  Super Heróis e Desenho Animado foi muito bem aceito por todos. A festa teve muita animação e envolvimento no cumprimento das tarefas.  Foram formadas cinco equipes lideradas por alunos do 3o. ano do Ensino Médio. Cada uma tinha seu  líder e vice, além de  dois Professores como Padrinhos, sendo identificadas por  nomes e cores, a saber:   
1- Equipe   Elementares. Cor: azul;              2- Equipe Alcateia. Cor: preto; 
3- Equipe The Cannibals. Cor: vermelho;      4- Equipe Mother Fox. Cor: laranja;
5- Equipe Horus. Cor: cinza.

Durante três dias os alunos participaram de tarefas culturais, beneficentes e lúdicas, a exemplo da festa a fantasia, que referenciava os personagens de desenhos animados e super heróis, além da Caminhada da Paz pelas cercanias da escola, culminando com o abraço  à  Praça.

A Equipe vencedor foi a The Cannibals (vermelha), que recebeu como prêmio troféu e medalhas, além de um dia no Clube da Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB),  em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, com tudo pago, para os 200 participantes da equipe. Também o líder e vice da Equipe Alcateia, que ficou em segundo lugar, foram premiados com um dia no clube.

Parabéns a todos os envolvidos nesse Projeto maravilhoso, particularmente as Professoras Marieta Cordeiro, esposa do nosso diretor Ramílton Cordeiro e a Professora Jane Cleide,  de Educação Física, ambas autoras do Projeto, que volta com força total para compor com os demais. 


Parabéns pelo brilhantismo das Professoras Ana Paula (Matemática) e Renata Souza (Química), que atuaram como coordenadoras.  Padrinhos, funcionários, pais e toda comunidade escolar estão todos  de parabéns !  

Acompanhe a postagem na íntegra. Veja as fotos. Compartilhe ! 
Clique no link abaixo ou clique aqui   
   

Texto e fotos Professora Claudia Martins
Atualização em 23/10/17, com fotos da Professora Jane Menezes. Confiram 

sábado, 7 de outubro de 2017

Vende-se ou vendem-se? Quando o verbo vai para o plural?


 Vende-se ou vendem-se? Quando o verbo vai para o plural?

Li este assunto publicado no dia 4 de outubro de 2017, pela Revista Nova Escola, por Arlete Bannwart Vieira, seguido de questões de vestibular e concursos. Reproduzo aqui na íntegra, por tratar-se de uma aula imperdível, não só para quem vai fazer ENEN, vestibulares ou outros concursos, mas para todos os falantes da Língua Portuguesa.  

Lembro que no quinto ano do Ensino Fundamental, a Professora explicou o tema, e pediu que pesquisássemos anúncios de vendas nos classificados de jornais,  bem como  Placas com Anúncios de Vendas no nosso bairro; que copiássemos a redação do anúncio e levássemos para ser debatido em sala de aula. Demos muitas risadas com os exemplos trazidos pelos colegas. Pena que na época não existisse celular para fotografar e filmar.

Assista ao vídeo: "Vende-se" no singular ou "vendem-se" no plural? O narrador é português, mas o sotaque não dificultará seu entendimento. Atente para a aula do vídeo.
Título: Bom Português    Autoria: Porto Editora. Acesso em 07/10/2017. Disponível em:

Acompanhe a aula que está no site da Revista Nova Escola, com o título:  Vende-se ou vendem-se? Descubra quando o verbo vai para o plural. Leia o texto aqui  reproduzido na íntegra. As ilustrações, os grifos e a disposição do texto são nossos,  objetivando adaptar  ao perfil  do nosso público.

"Vende-se ou vendem-se? Descubra quando o verbo vai para o plural"

"Teste seus conhecimentos com questões de vestibular e concursos".     Por Arlete Bannwart Vieira.

" Os verbos vender, comprar e alugar são muito usados junto da partícula SE:

Vende-se,  compra-se, aluga-se ou vendem-se, compram-se, alugam-se  em anúncios, e podem gerar dúvidas quanto ao seu uso.

Na fala coloquial, os falantes tendem a não fazer a concordância do verbo com o sujeito posposto (colocado depois do verbo) por desconhecerem as regras que regem o uso da partícula SE.

Para entender quando usar o verbo no singular ou no plural, é necessário um olhar mais aprofundado para essa partícula. Na norma padrão, ela pode funcionar como:

1)    Pronome reflexivo

O sujeito pratica e recebe a ação verbal, ou seja, a partícula indica que o sujeito é agente e paciente da ação verbal. Veja:

Marcos gostava muito de cozinhar, entretanto, desde que se feriu com uma faca muito afiada, deixou de frequentar a cozinha.

Vamos fazer a análise da frase acima:

Marcos se feriu com a faca = ele praticou a ação verbal

Quem recebeu a ação verbal? Ele mesmo, representado pelo pronome SE.
Portanto, o verbo ferir pede um complemento que, no caso acima, é o pronome se.

2)    Indeterminador do sujeito

Acontece quando existe um sujeito a quem o verbo se refere, entretanto, ou não queremos identificá-lo, ou realmente é desconhecido. Isso ocorre com verbos que necessitam de complementos acompanhados de preposição (verbos transitivos indiretos) ou com verbos que não necessitam de complementos (verbos intransitivos).

ATENÇÃO: Nesse caso, o verbo, acompanhado da partícula SE, nunca vai para o plural, já que não se identifica o sujeito da oração. E essa é uma das pegadinhas do uso da partícula, que discutiremos a seguir. Veja os exemplos:

Precisa-se de auxiliar de enfermagem que possa dormir no trabalho.

Precisa-se de auxiliares de enfermagem que possam dormir no trabalho.

Necessita-se de mais recurso para a Saúde e para a Educação.

Necessita-se de mais recursos para a Saúde e para a Educação.

Explicando: No primeiro exemplo, quem precisa? No segundo, quem necessita?

Nos dois casos, trata-se de alguém que não precisa ser identificado ou não se quer identificar, portanto, o sujeito é indeterminado. Percebam que o verbo, acompanhado da partícula SE, não vai para o plural nesses casos.

3)    Pronome apassivador

Sua função é indicar que o sujeito da oração recebe a ação expressa pelo verbo. Nesse caso, dizemos que o sujeito é paciente e o verbo está na voz passiva. Vejamos a frase:

Muitos candidatos foram entrevistados durante a semana, todavia não se encontrou o ideal.

Na oração, o sujeito é paciente e está no plural: muitos candidatos (quem recebe a ação expressa pela forma verbal "foram entrevistados").

Essa frase pode ser escrita também da seguinte forma:

Durante a semana, entrevistaram-se muitos candidatos, todavia não se encontrou o ideal.

Nessa estrutura, o termo "muitos candidatos" continua sendo o sujeito que sofre a ação verbal, logo o verbo a que ele se refere também vai para o plural. As duas orações têm o mesmo sentido, apenas foram estruturadas de modos diferentes.

Vende-se ou vendem-se?

Vamos analisar frases encontradas em anúncios ou em placas de publicidade:

Alugam-se bicicletas para passeios noturnos. (Bicicletas são alugadas para passeios noturnos).
Entregam-se, em domicíliodas 9 às 17 horas, compras de supermercado. (Compras são entregues em domicílio das 9 às 17 horas).

Vende-se casa na praia (casa na praia é vendida)

Conserta-se pneu de carro em menos de meia hora (pneu de carro é consertado em menos de meia hora)

Podemos perceber o seguinte padrão: o verbo, quando acompanhado de uma partícula SE que tem o sentido de pronome apassivador, deve concordar com o sujeito a que ele se refere.

Aplicação prática! Como serão reescritos os períodos abaixo se colocarmos no plural os termos grifados?

1. Falou-se de possível desfalque na seleção brasileira.

2. Não se manteve o horário estabelecido pela direção da escola.

3. É bom que se faça o trabalho com antecedência para não acumular para o fim de semana.

4. Referiu-se ao caso com muita objetividade, mas sem ferir os opositores.

5. Deve-se morar em comunidade mais participativa.

Respostas:

1-Falou-se de possíveis desfalques na seleção brasileira (sujeito indeterminado. Quem falou?)

2. Não se mantiveram os horários estabelecidos pela direção da escola  (sujeito = horários estabelecidos)

3. É bom que se façam os trabalhos com antecedência para acumularem para o fim de semana (sujeito = os trabalhos)

4. Referiu-se aos casos com muita objetividade, mas sem ferir os opositores. (sujeito indeterminado. Quem se referiu?)

5. Deve-se morar em comunidades mais participativas. (sujeito indeterminado. Quem deve morar?)

Saiba mais sobre a Língua Portuguesa na página S.O.S. Português

Teste seus conhecimentos com as questões abaixo:


1) (Fuvest). Indique a alternativa correta:

a) Tratavam-se de questões fundamentais
b). Comprou-se terrenos no subúrbio.
c) Precisam-se de datilógrafas.
d). Reformam-se ternos.
e). Obedeceram-se aos severos regulamentos

2) (FCC-2012/TRT-11ª Região). As normas de concordância verbal encontram-se plenamente observadas em:

a) A utilidade dos dicionários, mormente quando se trata de palavras polissêmicas, manifestam-se nas argumentações ideológicas.
b) Não se notam, entre os preconceituosos, qualquer disposição para discutir o sentido de um juízo e as consequências de sua difusão.
c) Não convém aos injustiçados reclamar por igualdade de tratamento quando esta pode levá-los a permanecer na situação de desigualdade.
d) Como discernimento e preconceito são duas acepções de discriminação, hão que se esclarecer o sentido pretendido.
e) Uma das maneiras mais odiosas de refutar os argumentos de alguém surgem na utilização de preconceitos já cristalizados.

3) UNIFESP 2003

INSTRUÇÃO: A questão seguinte está relacionada ao seguinte anúncio de jornal:
LOJA DE CALÇADOS

Vende-se 3 lojas bem montadas
tradicionais, nos melhores Pontos
da Cidade. Ótima Oportunidade!
F: (__) xxx-xxxxxx
(O Estado de S.Paulo, 15.08.2002)

No corpo do anúncio, a expressão "Vende-se 3 lojas bem montadas"

a) apresenta problema de concordância verbal. Deveria ocorrer na forma "Vendem-se" porque "se" é índice de indeterminação do sujeito, e "lojas" é o sujeito paciente.
b) não apresenta problema de concordância verbal porque "se" é índice de indeterminação do sujeito, e "lojas" é o objeto direto.
c) apresenta problema de concordância verbal. Deveria ocorrer na forma "Vendem-se" porque "se" é partícula apassivadora, e "lojas" é o sujeito paciente.
d) não apresenta problema de concordância verbal, porque "se" é partícula apassivadora, e "lojas" é o sujeito paciente.
e) apresenta problema de concordância verbal. Deveria ocorrer na forma "Vendem-se" porque "se" é pronome reflexivo com função sintática de objeto indireto, e "lojas" é o objeto direto".

Respostas:     1) d           2) c            3) c
Fonte: Arlete Bannwart Vieira. Revista Nova Escola. Disponível em: 
Todas as imagens são do Google